Páginas

em inconstante definição.

segunda-feira, abril 09, 2007

“meninas são tão mulheres/seus truques e confusões”

Poucas frases ditas sobre mulheres me parecem tão verdadeiras quanto essa. Musiquinha boba dos anos oitenta. Faltou só o Leoni dizer que mulheres nunca deixam de ser meninas. Acho que é isso.

Minhas confusões.

Confusões de amigas.

Confusões de amigas de amigas, a respingar pra todo lado.

Confusões de desconhecidas que respingam também.

E ainda temos a dádiva infinda de entender tudo errado.

Garotos são tem mais práticos. Aliás, costumavam ser... Sei lá, essa capacidade inigualável de acreditar no que não foi dito, esses nossos castelos de nuvens [frutos da imaginação privilegiadamente fértil que temos e que não cansam de desmoronar e soterrar nossos pobres corpos. É, nessa hora, nuvem pesa. E muito...].

Daí, percebo, para a maioria de nós [99.9%], errado é o vizinho. Putaria e sem-vergonhice é quando a outra faria aquilo que provavelmente faríamos no lugar dela. [Talvez não, se não desse tempo. Agora vem alguém nos dizer isso...] Mas não podemos generalizar, há variações... Variações? Cor da unha, cabelo, perfume e diferenças sutis na roupa. Para mim, tudo está intrinsecamente ligado ao valor que atribuímos aos pensamentos e ações de cada um. Individuais, as justificativas de quando aprontamos das nossas. Coletivo, é hora de gritar “queimem a bruxa!”

Por esses dias, uma amiga disse que não era capaz de perdoar aquilo o que ela não era capaz de fazer. Isso ficou ressoando na minha cabeça desde então. No caso desse post – e das relações interpessoais, perdão é algo forte. Trocaria por aceitar... Aceitar das outras o que faríamos.[ Afinal, quem idealizou mulheres como símbolo de doçura ou estava drogado ou tentou enganar as mais incautas...].

Acho que é isso. Apenas mais algumas colocações:

-“Traia um homem mas não traia uma mulher.” Eu costumava dizer isso. Costumava...

-“Não te faz de doida que pau te acha.” Frase-mantra-maldição constantemente pronunciada pelo Pai do Hans-Thomas, sabe-se lá por que... [sim! sim! Nunca mais tinha falado dele.Mas o cara não morreu!]

-Eu não sou feminista!

P.S.: quanto aos truques, não adianta dizer, mas quando as mulheres realmente se assumem como tais somos todas dissimuladas, feiticeiras, egoístas, prontas sempre para enredar alguém nas tramas da nossa vontade.

6 comentários:

Suhelen Aragão disse...

ai.

nossas vidas cheias de merda...
[esse post me lembrou muuuuuuitos traumas]

=T

yara b . disse...

últimos tempos cheios de nada.

e eu me sinto a bruxa do 71.

[...]

Annie disse...

o pior q vc ta certa...

Verbena disse...

"Aqui estão os sacerdotes; e embora muitos sejam meus inimigos... meu sangue está ligado ao deles."
Nietzsche

Muitas vezes, essa é a dicotomia que rege as relações entre mulheres.
E eu assusto-me constantemente...


comigo

25 anos e contando... disse...

"Nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda,
Meu peito não é de silicone, sou mais macho que muito homem.."

Como diria Rita Lee

Eu realmente acho que quem idealiza mulheres como um poço de doçura estão esfericamente enganados...

Abraços de alguém que vive criando confusões

o que alimenta, sempre cala. disse...

é...

é...

huahauhauaha

sim.

sim.

é.

é.

é.


iiiih, só é.

kkk


viu? demorei pra aceitar... mas acho que é bem assim mesmo.


tantas saudades.

=******************************