Páginas

em inconstante definição.

segunda-feira, julho 07, 2008

Pensamento de uma manhã de sol sob o jambeiro...


Nem antes, nem depois.
Se é esse agora que interessa, vivamos!
Vivamos!
É certo, preocupo-me! Destoando da natureza plácida da espera por não conhecer o ritmo. E o êxtase.
Assusto-me com as formas, abalo-me com a força que já não queria experimentar, mas sigo.
E daí?
Fingirei que de cor não sei o desfecho. Ou melhor, dele não lembrarei como os sonhos que somem da memória ao acordar.

Um comentário:

suhelen disse...

vivamos agora!
a cor do desfecho eu já sei. de cor!

;)