Páginas

em inconstante definição.

domingo, fevereiro 04, 2007

Espreguiçando Palavras


Quase pensei que não choveria esse ano. Só raros chuviscos, incapazes de grandes coisas. Mas essa ultima semana foi esperançosa.
Mesmo acordando antes das seis, como todos os dias, não levantar era algo definitivamente agradável. Os pingos de chuva batendo na calçada, a temperatura mudando do calor infernal para algo agradável sem necessitar de cobertores...
Vontade de me espreguiçar na cama. Espreguiçar tudo, tudo... Até pensamentos nessas primeiras horas, para pensar melhor o resto do dia - quem sabe toda a semana- então prometi não levantar antes das nove ou quando cessasse a chuva - o que chegar primeiro. Horas só minhas, já que nem sempre há tempo útil para introspecção, para auto-entendimento.(dias de chuva costumam deixar-me sem gosto para comida, os olhos cheios da trajetória da gota d'água na folha do capim... Rápido, devagar, absorvidos ou não pela superfície a que foram destinados. Seguem a física, esses tais pingos. Me vejo nas poças formadas no asfalto disfome. Os pingos de chuva não tem lei).
Mesmo cinza, o dia emanava luz.
Chuva é um fenômeno meteorológico que consiste na precipitação de água sobre a superfície da Terra. A chuva forma-se nas nuvens. Nem todas as chuvas atingem o solo, entretanto, algumas evaporam-se enquanto estão ainda a cair, num fenômeno que recebe o nome de virga e acontece principalmente em períodos/locais de ar seco.
será mesmo só isso?



Essa chuva deu vontade de ouvir Coldplay...

3 comentários:

Andréa disse...

me parece não ser só isso, não apenas isso. que bom que voltou a chover.

^^

yara b . disse...

a chuva sempre traz as coisas boas aos campos.

[e mentes]

Suhelen disse...

como um conceito de chuva pode virar poesia:

"(dias de chuva costumam deixar-me sem gosto para comida, os olhos cheios da trajetória da gota d'água na folha do capim... Rápido, devagar, absorvidos ou não pela superfície a que foram destinados. Seguem a física, esses tais pingos. Me vejo nas poças formadas no asfalto disfome. Os pingos de chuva não tem lei).
Mesmo cinza, o dia emanava luz."

dias de chuva têm feito meus pensamentos umedecerem um [meu] humilde coraçãozinho...

bjos, moça lilás!