Páginas

em inconstante definição.

domingo, junho 11, 2006

Liberdade




"Perceber aquilo que se tem de bom no viver é um dom
Daqui não,
eu vivo a vida na ilusão
Entre o chão e os ares vou sonhando em outros ares, vou
Fingindo ser o que eu já sou
Fingindo ser o que eu já sou
Mesmo sem me libertar eu vou
É, Deus,
parece que vai ser nós dois até o final
Eu vou ver o jogo se realizar de um lugar seguro
Seguro
De que vale ser aqui
De que vale ser aqui
Onde a vida é de sonhar
Liberdade"

Marcelo Camelo


Suhelen nem imagina o quão fundo essa música tocou.Eu, de olhos marejados nessa tarde de chuva em que meu coração também é plúmbeo,não só o céu...

2 comentários:

suhelen disse...

é... eu suponho... imaginar não... de que vale ser aqui onde a vida é de sonhar... bjão, dessa!!!

Rafaela disse...

té doido q profundo isso...
tô piranod... viajando... sonhando...
marejando meus olhos tanto quanto...