Páginas

em inconstante definição.

segunda-feira, dezembro 01, 2008

Eu parto que nem ar, sacudo os cabelos brancos ao sol que está indo embora,
derramo minha carne em remoinhos e a deixo flutuando em pontas rendilhadas.
Eu me planto no chão para crescer com a relva que eu amo,
se de novo me quiserdes buscai-me embaixo das solas dos vossos sapatos.
Dificilmente sabereis quem sou ou o que significo, mas,
apesar de tudo para vós serei boa saúde purificando e dando fibra ao vosso sangue.
Deixando de encontrar-me ao primeiro momento, conservai a coragem:
perdendo-me em algum lugar, ide procurar-me em outro;
em algum ponto eu hei de estar parado a esperar por vós.

Walt Whitman
Obrigada pelo presente!

2 comentários:

Suhelen disse...

de nada! hahaha

=**

Quem deu o presente. disse...

Que o tempo corra...
E vento mais ainda.
Para eu ver tua face linda
E teu cabelo minha mão escorra!