Páginas

em inconstante definição.

sábado, julho 15, 2006

Olhe para o céu...






























Não é um pássaro ou avião... Não!!!!!É o Brandon Routh... Pouco vou falar do filme (até por que não sou muito fã do Homem de Aço, ele é certinho demais pro meu gosto.. é fácil ser bom por ser bom...Herói tem que tem conflitos. As hsts do Superman estão entre as mais sem-sal do mundo), do que achei dele, mas sim desse deus... nem parece ser verdade que ele caminha sobre a Terra. Caramba! Ainda mais com o que estava rolando na net desde bem antes da estréia (algo sobre uma certa "arrumadinha" digital num detalhe da super-roupa...). As lentes ficaram bem evidentes, o que o torna mais perfeito pra mim: o cara tem olhos escuros... aff.
O filme? vale pelo show, pelo espetáculo... Algumas considerações (viu? eu não tava lá só para ter uma crise de estrógeno ao olhar o Brandon Routh, sr. Frasson...)
*O Lex Luthor precisava ser tão burro? tão sem criatividade?? Raios de plano imbecil!Onde está o gênio? Arrumem um inimigo descente da próxima vez.
*As pessoas continuam totalmente tapadas em não ver o Supermann no Clark. Daí aprendemos uma impostantíssima lição: quando você quiser parecer bem diferente, arrume o cabelo pro outro lado! ninguém vai reconhecê-lo.
* O filme tem uma campanha anti-tabagista embutida... Fumar mata pessoas.
* Homens inteligentes vão sempre ficar com mulheres burras (isso se você considerar o Luthor inteligente depois do plano-anta do filme).
* Lois sempre vai arrumar encrencas bem previsíveis.
*Super-cosméticos sempre serão melhores que os nossos...O que ele usa no cabelo, por exemplo, mostra os milagres da tecnologia alienígena... O cachinho nunca bagunça!! Isso que o Luthor deveria querer vender. Ficaria rico, rico, rico!!!
* Heróis não precisam de superpoderes e sim de coragem.

Ai ai... Vou ver de novo por esses dias...


5 comentários:

reno disse...

Greetings from Belgium !

Cheers.

Reno

Suka Sukita disse...

nooooooossa!!! é um avião sim... e eu ainda nem vi direito...preciso analisar melhor... heuheuehue

Maximo Felix disse...

Ahhh fala sério....

O filme foi muito bom. A fotografia estava maravilhosa, as construções e o figurino estava muito legal, remontando ao visual da década de 70, onde ocorreram os primeiros filmes, mas sem ficar com cara de velho.
O maior crédito de Brandon Routh, foi sua atuação tanto como Clark como Superman.
Ele foi a maior homenagem que poderia ter sido feita ao eterno Superman, me deixando, como grande fãs, com uma tremenda saudade do eterno Superman, Cristopher Reeve. O tom de voz, a falta de jeito e o sorriso estavam muito parecidos, mas o Superman de Brandon, tem sua própria personalidade.

Quanto ao personagem Lex Luthor, embora herde grande influência do Lex Luthor de Superman I e II, o que pode ser percebido pelo seu plano, sofreu um verdadeiro upgrade pela interpretação do grande Kevin Spacey.

O filme é uma homenagem, não só a nós fãs e ao saudoso Cristopher Reeve, mas principalmente ao Superman que ele imortalizou e aos dois primeiros filme.

Duas horas e meia no cinema e saí de lá com um gosto de quero mais.

ps: Ei Verbena... Uma mulher ir ao cinema assitir a um filmaço daqueles para ficar admirando a aparência do ator é o mesmo que um homem ir a um desfile de modas para ficar secando as modelos (se é que é possível que elas fiquem mais secas).
Um abração...

25 anos e contando... disse...

Ah, por favor!! Vamos ver de novo!!

Ana disse...

um pensamento nao sai da minha cabeça..."tiveram q corrigi-lo"

hehehehe
Menina...vamos ver de novo quando eu voltar...uma sessao bem clube da luluzinha!!!! só pra gente ficar suspirando e fazendo comentários maldosos ou nao sobre o super! :D